Guedes logo sai do governo

Os ministros da Economia, Paulo Guedes, e do Desenvolvimento Social, Rogério Marinho, travam “guerra” em torno da forma de financiamento do programa Renda Cidadã. Novo racha no governo Jair Bolsonaro está declarado.

A divisão entre as alas fiscalista (Guedes e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto) e a desenvolvimentista (liderada por Marinho, ministros militares e líderes do Centrão) gira em torno do teto de gastos, a regra que impede o crescimento das despesas acima da inflação.

Os desenvolvimentistas querem colocar de pé o Renda Cidadã, excluindo o programa do limite do teto de gastos, mesmo que temporariamente. A iniciativa abriria espaço para investimentos públicos, já que as despesas com o Bolsa Família também poderiam ficar de fora do teto. Guedes ataca quem faz política para ganhar eleições “sem responsabilidade”. Mas Bolsonaro tenta qualquer solução para financiar um programa assistencialista. Não dura muito até que Guedes sai do governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *