Bolsonaro se sai bem em meio a fogo cruzado

O presidente da República já se tornou símbolo de polêmicas. Bravatas saltam às dezenas. Difícil um assunto em que ele não meta o bedelho para achincalhar e suscitar maiores críticas a si.

Tem queimada, Bolsonaro minimiza, tem escândalo envolvendo os filhos e mulher, idem, se o assunto é personagens “esquerdistas”, ele taca-lhe o pau. E, pronto. Os efeitos negativos, as torcidas por sua queda do poder vão ficando sem fôlego e vazias.

Agora, por exemplo, o Greenpeace ergueu estátua de ‘Bolsonero’ no Pantanal, em protesto contra as queimadas que assolam a região. Tem também a indicação “duvidosa” ao STF feita pelo presidente. Tem acusações contra a primeira-dama.

E a população o que pensa dele em meio a esse fogo cruzado? Bolsonaro teria chance em 2022? Segundo uma pesquisa feita pela Exame/Ideia, o presidente seria reeleito em 2022 com 30% das intenções de voto. Ele está à frente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do apresentador Luciano Huck, e dos ex-aliados Sergio Moro e João Doria (PSDB).

Pesquisas anteriores são semelhantes. Os motivos têm natureza no assistencialismo. Ao que tudo indica, o PT terá que amargar mais uma derrota na próxima eleição.

One Reply to “Bolsonaro se sai bem em meio a fogo cruzado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *