Tudo pelo poder

Marília Arraes resolveu esconder o sobrenome do avô. Diz querer conquistar os votos do centro-direita do Recife. Também não há mais estrela do PT, partido ao qual é filiada, na campanha pela Prefeitura do Recife. A estratégia é vergonhosa diante do que diz seguir e do que prega.

A neta de Miguel Arraes e demais políticos da família aos poucos vão se revelando. Têm pegado carona a vida inteira camuflados de esquerdistas. Estão dispostos a implementar as pautas da social democracia porque se dão bem com os menos favorecidos.

Se a demanda social fosse, por exemplo, o massacre aos mais vulneráveis, eles também o fariam. Não espanta a atitude de Marília em “envergonhar” a trajetória política do avô. Qualquer outro membro dessa família faria o mesmo pelo poder. Brincam com os anseios populares, fingem honestidade e destroem reputações.

Agora “Marília” (este é seu único nome), quer aproximação com a ala bolsonarista. Será mesmo? Faz sentido? Que nada, “Marília” só quer voto, custe o que custar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *