Temor de ir votar por causa da pandemia

Um levantamento feito pelo PoderData, mostra que 46% do eleitorado brasileiro teme ir ir pessoalmente votar no dia da eleição de 15 de novembro.

Os dados foram coletados de 12 a 14 de outubro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 503 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Os que têm 60 anos ou mais, de acordo com a pesquisa, é o que tem maior segurança em comparecer à votação. Segundo especialistas, é justamente essa faixa etária que corre mais riscos caso seja infectada pelo coronavírus. Entre os idosos, são 58% os que afirmam que se sentem seguros, contra 34% que acham arriscado.

Já no grupo dos mais jovens (16 a 24 anos), metade (50%) diz se sentir segura para ir à seção de votação. O número é 8 pontos percentuais inferior ao percentual de idosos confiantes na segurança do pleito.

No recorte por renda, 87% dos mais ricos (aqueles que ganham 10 salários mínimos ou mais por mês) disseram se sentir seguros para ir votar, percentual muito maior que o dos demais grupos. No polo oposto, 54% dos brasileiros sem renda fixa se sentem inseguros para comparecer aos locais de votação.

O Nordeste é a região com maior percentual de eleitores receosos com a segurança do rito de votação. São 58% dos moradores da região que consideram a ida às urnas arriscada. (Fonte: Poder 360)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *